Bikes compartilhadas circulam em dezembro em Goiânia

unnamed

Termo de autorização do serviço foi assinado nesta quarta-feira (26). Capital terá 15 estações com 10 bicicletas cada

Deivid Souza / Foto: Divulgação

A partir de dezembro o goianiense terá mais uma opção de deslocamento: a bicicleta compartilhada. A Prefeitura de Goiânia assinou nesta quarta-feira (26) o termo de autorização para o funcionamento do serviço.

A empresa Serttel Ltda venceu o edital de chamamento público lançado em agosto. Serão implantadas 15 estações de bicicletas públicas na Região Centro-Sul de Goiânia, com dez equipamentos cada.

O serviço terá quatro taxas de uso, R$ 4,00 para um dia, R$ 8,00 mensal, R$ 35,00 semestral e R$ 70 anual. O cadastro e o pagamento serão feito de forma digital, via internet. Cada locação tem duração de 60 minutos, ou seja, após este tempo haverá cobrança de multa. Após o uso, o veículo deve ser devolvido em uma das estações.

Dados da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) apontam que 4% dos moradores da capital utilizam a bicicleta para deslocamento. O índice é de 6% na Região Metropolitana de Goiânia.

O serviço a ser implantado até dezembro tem o patrocínio da  Cooperativa de Trabalho Médico (Unimed Goiânia). O modelo de bicicleta será apresentado em novembro à população.

Atraso

O primeiro edital do serviço, lançado em junho deste ano, foi anulado pela CMTC. A medida foi tomada após o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) emitir parecer contra o projeto por causa da falta do plano de mobilidade urbana, que ainda está em desenvolvimento.