Compras e sustentabilidade

cana de açucar

A adoção de hábitos sustentáveis, neste início de século, tem sido cada vez mais uma tendência na sociedade. Se existem correntes de pensamento que pregam o equilíbrio do consumo, também há inúmeros estímulos comerciais que nos influenciam minuto a minuto por meio da internet, televisão, rádio, outdoor, etc. Ficamos entre a cruz e a espada quando temos que optar entre o consumo de um sapato novo ou o orgulho de remar contra a corrente.

Para o bem da humanidade, existem muitas pessoas que buscam minimizar o impacto ambiental no planeta. Mas adotar hábitos que sejam favoráveis ao meio ambiente, economia e sociedade não é uma tarefa fácil e um dos motivos é a falta de conhecimento sobre o que é realmente sustentável. Para aqueles que se preocupam com essa questão, aqui vai boa uma dica: compre perto de você.

Comprar perto, sempre que possível, é um hábito sustentável. Se você compra perto de casa evita deslocamentos e, assim, gasto de energia e, consequentemente, a emissão de gases do efeito estufa (GEE). Mas não é só isso! Imagine que no seu bairro há um supermercado ou padaria que gera empregos para muitas pessoas que residem nas proximidades. Adquirindo produtos nestes estabelecimentos você promove a redução de deslocamentos e mais qualidade de vida para os trabalhadores, que terão mais tempo com a família ao invés de perdê-lo no trânsito.

O perto não precisa ser necessariamente sob o aspecto geográfico. Comprar do vizinho, amigo ou conhecido também é sustentável. Neste caso, o ganho é com a distribuição de riqueza. Quanto maior o estabelecimento, provavelmente mais ricos são seus proprietários. Então, quando você faz a opção por pequenos empreendedores está mantendo a circulação de capital na base da pirâmide.

Essa troca comercial tem impactos sociais significativos, muitas vezes, latentes. Comprar de quem está próximo possibilita interagir com mais pessoas e abrir oportunidade para que os outros nos conheçam. E por que não, a partir disto, gerar novas oportunidades? Este contato com o próximo pode fazer com que os outros conheçam produtos e serviços nossos.

Deivid Souza é jornalista especializado em sustentabilidade e pós-graduando em Gestão e Tecnologias Ambientais (USP)

Artigo publicado no jornal O Popular em 12 de fevereiro de 2018.