Goiás terá seis miniusinas de energia solar

FOTO ANEEL

Primeiro empreendimento de energia solar será construído em Morrinhos-GO com investimento de R$ 35 milhões

Deivid Souza / Foto: ANEEL

Uma subestação de Morrinhos, município da Região Sul de Goiás, distante 128 quilômetros de Goiânia, vai abrigar a primeira de seis miniusinas de energia elétrica produzida por placas fotovoltaicas. Serão investidos R$ 35 milhões.

A unidade de Morrinhos deve funcionar até o segundo semestre deste ano. Para o empreendimento, a Celg Geração e Transmissão (Celg G&T) se associou à Construtora Villela Carvalho.

A miniusina de Morrinhos será gerida pela Planalto Solar Park, detentora de 51% das ações. A empresa japonesa Kyocera Brasil será a fornecedora das placas para a produção da energia solar enquanto a Celg G & T – cuja participação acionária será de 49% – ficará responsável pelo financiamento do empreendimento.

A expectativa dos investidores é que as outras cinco miniusinas fiquem prontas em 12 meses.

Brasil

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSolar), o segmento de micro e minigeração – faixa na qual se enquadra o projeto – distribuída solarfotovoltaica, conta atualmente com mais de 6000 sistemas em todo o País, representando mais de 42 MW (megawatts) em potência instalada, o equivalente a mais de R$ 375 milhões em investimentos privados.