Guia destaca possibilidades de uso de plantas da Região Centro-Oeste

barú

Deivid Souza / Foto: Julcéia Camillo – MMA

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) disponibilizou a edição digital do livro “Espécies Nativas da Flora Brasileira de Valor Econômico Atual ou Potencial – Plantas para o Futuro – Região Centro-Oeste”. O segundo volume de uma série de cinco livros que estão sendo publicados dentro da iniciativa “Plantas para o Futuro” e do Projeto BFN (Biodiversidade para Alimentação e Nutrição).

As publicações têm como objetivo a disseminação de conhecimento sobre a biodiversidade brasileira, de modo a contribuir para a preservação dos recursos e aproveitamento do valor financeiro desta riqueza. Com isso, espera-se também o desenvolvimento social.

Nas mais de 1,1 mil páginas são demonstradas as características da Região Centro-Oeste e uma análise de várias espécies. O trabalho aponta a distribuição geográfica das espécies, descreve o habitat das mesmas e o mais importante: especifica como podem ser exploradas comercialmente as plantas e frutos.

Um exemplo são os frutos do baru (Dipteryx alata-foto). A espécie é nativa, mas não endêmica do Brasil, de ampla distribuição no bioma Cerrado. O estudo aponta sugestão de uso comercial com a exploração do fruto e sementes, servindo, respectivamente, para retirada de polpa para consumo de sucos e cremes e extração da seiva para possível produção de medicamentos.

Para acessar a publicação completa basta clicar aqui.