Tag: Protocolo de Montreal

metro-divulgação

Metrôs divulgam proteção à camada de ozônio

Estações e vagões do metrô em todo o país vão mostrar o que o mundo tem feito para proteger a camada de ozônio e como isso afeta a vida de bilhões de pessoas. A ação faz referência ao Protocolo  e Montreal, acordo internacional que uniu 197 países para eliminar as substâncias nocivas à camada. O acordo completa 30 anos e a campanha informativa nos metrôs é uma forma de comemorar a data.

Substâncias como como hidroclorofluorcarbonos (HCFCs), halons, brometo de metila, tetracloreto de carbono (CTC), metilclorofórmio e hidrobromofluorcarbonos (HBFCs) eram comumente utilizadas em processos de fabricação de sofá, ar condicionado e equipamentos de refrigeração.

Depois do Protocolo, as substâncias começaram a ser substituídas nos processos industriais. Quando elas estão em uso, é feito um processo de neutralização após a vida útil do móvel ou eletrodoméstico fabricado com ele descartado corretamente, eliminando os riscos para a camada de ozônio.

A organização da campanha estima que 4,2 milhões de pessoas sejam alcançadas em Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Salvador (BA), Maceió (AL), Recife (PE), João Pessoa (PB) e Natal (RN).

Digital

Os usuários podem participar, enviando fotos e mensagens pelas redes sociais, por meio da hashtag #30AnosProtocoloDeMontreal. É possível, também, fazer download das publicações sobre a proteção da camada de ozônio em seus aparelhos celulares, com QR codes.

A campanha é uma parceria entre as agências implementadoras do Protocolo de Montreal no Brasil: MMA, Ibama, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e agência de cooperação alemã GIZ. Também são parceiras as companhias de trens e metrôs do país: ANPTrihos, Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Via Quatro, Companhia Paulista de Trens Urbanos (CPTM), Trensurb, Metrô Bahia, Companhia de Transporte do Estado da Bahia (CTB) e Metrô DF.