Tag: TURISMO

Fica 2017-600

Fica 2017 tem programação variada

Festival terá 100 filmes em mostras diversas. Além de cinema, mesas redondas, mini-cursos e apresentações musicais são atrativos para público

Deivid Souza

 

Começa nesta terça-feira (20) e segue até domingo (25), na cidade de Goiás, na Região Norte do Estado, o 19º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2017). Na mostra principal, 25 filmes concorrem à premiação total de R$ 280 mil.

Além da mostra competitiva, em que serão apresentados os 25 filmes, sendo 15 estrangeiros e 10 ambientais, o evento têm várias exibições paralelas, shows, mesas redondas, oficinas e mini-cursos, entre outras atividades.

O tema do Fica 2017 é “Cidades sustentáveis: Os Desafios do Século XXI”. A escolha está relacionada ao fenômeno da urbanização e a falta de planejamento que tem resultado em graves problemas ambientais e sociais inter-relacionados.

Os filmes do festival, que é realizado pelo Governo de Goiás, tratam de temas variados. O público poderá acompanhar títulos como Tarja-Preta, que trata da cidade Itacuruba (PE), onde existe a maior incidência de casos de depressão no País. Do Irã, Roozegari Hamoun conta a história da secagem de um lago e as consequências para a população vizinha do manancial.

O principal local de exibição da mostra competitiva é o Cineteatro São Joaquim, que foi reformado e entregue à comunidade vilaboense no início de junho.

Duas mostras competitivas, também prometem agradar o público. A Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas promoverá exibições com premiação de R$ 130 mil. A empresa de saneamento de Goiás, Saneago, patrocina uma mostra sobre água. A premiação é de R$ 30 mil.

O Governo de Goiás também oferece premiação de R$ 130 mil para os 20 filmes que concorrem na Mostra da ABD – Cine Goiás e de R$ 30 mil na Mostra da Saneago.

Apesar dos shows musicais ainda atraírem boa parte do público, nos últimos anos a organização do Fica se preocupou em dar foco à mostra. Por este motivo, as apresentações musicais estão voltadas para atrações locais, embora o último artista a subir ao palco seja o sambista Diogo Nogueira.

Convidados

O Fica 2017 terá a presença da atriz Dira Paes, do jornalista André Trigueiro (Globo News), que vai lançar o livro Cidades e Soluções, e de grandes cineastas como José Luiz Villamarim, Eduardo Escorel, Manoel Rangel.  O tema Cidades Sustentáveis – Os Desafios do Século XXI será debatido em cinco mesas durante o Fórum Ambiental. O júri da Mostra Competitiva será composto apenas por mulheres, grandes profissionais como Ilda Santiago, Marília Rocha, Sandra Kogut, Dora Jobim e a norte-americana Michelle Stethenson.

Os vencedores do Fica 2017 devem ser conhecidos no final da manhã do domingo (25).

Acesse a programação completa no site do evento.

 

 

 

Fica 2017

Festival de cinema ambiental começa no próximo dia 20

Deivid Souza
A décima nona edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2017) será realizada entre os dias 20 e 25 de junho na cidade de Goiás. A mostra que se concretizou como uma das mais importantes no mundo, no segmento ambiental promove este ano uma reflexão sobre a qualidade de vida nos centros urbanos como o tema: Cidades Sustentáveis.

Como tem acontecido nos últimos anos, o Fica tem dado mais foco para o cinema, em detrimento das atrações artísticas. Em 2017 serão oito mostras de cinema e 25 filmes competindo só na oficial. O número de lugares e as horas de projeção, que  serão em DCP (Digital Cinema Package), foram ampliados.

Esse ano, a abertura do Fica será com o filme Caminho do Mar, dos diretores Bebeto Abrantes e Juliana Albuquerque. O filme faz sua estreia mundial e sua primeira exibição será na cidade de Goiás. A produção fala sobre o Paraíba do Sul, um rio desconhecido e estratégico para o Brasil.

Césio 137

Além da Mostra Competitiva, Mostra ABD Cine Goiás, Mostra Paralela e Fica Animado, Mostra Infantil de Filmes com Áudio Descrição ( inclusiva) e da Mostra da UEG, a programação terá uma mostra especial sobre a água em parceria com a Saneago, e a Mostra Uranium, em memória dos 30 anos do acidente com o Césio 137.

O Fica 2017 terá a presença da atriz Dira Paes, do jornalista André Trigueiro (Globo News), que vai lançar o livro Cidades e Soluções, e de grandes cineastas e ambientalistas. O júri da Mostra Competitiva será composto apenas por mulheres,  grandes profissionais como Ilda Santiago, Marília Rocha, Sandra Kogut, Dora Jobim e a norte-americana Michelle Stethenson.​

O Fica é promovido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).

meia-maratona-cataratas

Abertas inscrições para Meia Maratona das Cataratas

Uma das corridas de rua mais queridas e tradicionais do Brasil, que recebe milhares de participantes de diversos locais do País e conta também com a presença de muitos estrangeiros, todos amantes do esporte e da natureza, a 10ª Meia Maratona das Cataratas está com inscrições. Elas podem ser feitas até o dia 26 (Veja abaixo).

Somado ao desafio esportivo, a meia maratona do Parque Nacional do Iguaçu busca promover a integração das pessoas com as áreas naturais e despertar a importância para a conservação da biodiversidade.

A décima edição do evento, em 4 de junho, fará parte das atividades da unidade de conservação federal em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente.

Este ano, a meia maratona oferece aos participantes uma novidade: o percurso de 8 quilômetros, além dos tradicionais 21 quilômetros. A ideia é possibilitar que mais pessoas, mesmo que seja para uma leve caminhada com os amigos, também possam participar deste grande evento ecoesportivo e curtir um momento mágico junto com a natureza.

Serviço:

. Para mais informações e inscrição no evento, clique aqui

. Saiba mais sobre o Parque Nacional do Iguaçu

Do ICMBio / Foto: Divulgação

band-mma

Band firma parceria com MMA

Medida tem o objetivo de promover a conscientização sobre importância de preservar redutos ambientais

O Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Band de Apoio à cultura, educação, sustentabilidade, filantropia e beneficência vão atuar em parceria para promover ações de conservação, utilização e manejo em unidades de conservação (UCs) em todo o Brasil, por meio do Projeto Preserve e Abrace o que é Nosso.

O protocolo de intenções foi assinado nesta segunda-feira (10/04), na sede do Grupo Bandeirantes de Comunicação, em São Paulo, pelo ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ricardo Soavinski, o presidente do Grupo Bandeirantes, João Carlos Saad, e a diretora-presidente do Instituto Band, Márcia Saad.

Com a iniciativa, o MMA e o Instituto Band buscam promover uma maior conscientização sobre a importância das UCs, por meio de ações de divulgação e promoção pelo Instituto Band, e pelas empresas e plataformas de mídia da Rede Band de Comunicação. “Essa parceria é muito importante”, avaliou o ministro. “As UCs existem para manter partes importantes dos biomas, por isso fortalecer os parques nacionais ajuda na educação ambiental”, exemplificou.

Programação

O ministro ressaltou que, para garantir a conservação dos biomas, é necessário estimular o desenvolvimento sustentável no país. “O que resolve é dar alternativas econômicas que valorizem a floresta”, defendeu Sarney Filho. Entre elas, o ministro citou as concessões florestais e as atividades desenvolvidas nas reservas extrativistas do país.

Até o final do ano os veículos de comunicação do grupo vão exibir matérias especiais e pílulas (programetes de 30 segundos) sobre os seguintes parques nacionais: Serra da Capivara (PI); Aparados da Serra e Serra Geral (divisa dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina); Cavernas do Peruaçu (MG); e Fernando de Noronha (PE).

A ação permitirá uma mudança de cultura nas unidades de conservação contempladas. “Temos que despertar o sentimento de pertencimento nesses parques”, definiu Soavinski. O presidente do ICMBio destacou a importância dos freqüentadores desses espaços. “Os visitantes têm uma experiência de vida, lazer e recreação para sua família e mudam sua concepção quando começam a interagir com o lugar”, explicou.

Também estão previstos o fortalecimento da missão de órgãos governamentais e entidades do terceiro setor comprometidos com as causas ambientais; o desenvolvimento do ecoturismo e a busca de novos modelos de desenvolvimento sustentável.

Do MMA / Foto: MMA

Fica 2017

Fica distribui R$ 270 mil em prêmios

Festival de cinema ambiental está com inscrições abertas até 31 de março

O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) já está recendo a inscrição de filmes para a edição 2017. Podem participar do festival obras audiovisuais de curta (até 29 minutos), média (de 30 a 69 minutos) e longa-metragem (filmes a partir de 70 minutos), nos gêneros ficção, animação ou documentário, com temática ambiental, produzidas em qualquer parte do mundo.

As inscrições vão até o dia 31 de março e são feitas pelo site oficial do festival. Os filmes selecionados para a Mostra Competitiva do Fica 2017 concorrem a R$ 270 mil em prêmios, a maior premiação do gênero na América Latina.

O festival é realizado pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce). A edição 2017 vai ser realizada de 20 a 25 de junho, na Cidade de Goiás.

Assunto: Lagoa com Buriti e Serra do Espírito Santo ao fundo; 
Local: Parque Estadual do Jalapão, TO; 
Data: 10/2010; 
Autor: Palê Zuppani

ONU declara 2017 o Ano Internacional do Turismo Sustentável

Setor da economia responde por 10% do Produto Interno Bruto (PIB). Turismo sustentável pode reduzir impacto ambiental

A Organização Mundial do Turismo (OMT), agência das Nações Unidas, declarou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável. O principal objetivo é destacar o potencial do turismo para o desenvolvimento econômico sustentável, a geração de empregos, redução da pobreza, proteção ambiental, defesa do patrimônio cultural, entre outras estratégias.

Segundo as Nações Unidas, um em cada 11 empregos no mundo são gerados pelo turismo. Além disso, o setor responde por 7% das exportações mundiais e 10% do Produto Interno Bruto (PIB) global.

Com a declaração, a OMT pretende estimular a adoção de políticas públicas para o setor e promover o avanço da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que tem o fortalecimento do turismo entre suas metas. O anúncio oficial do Ano Internacional do Turismo Sustentável será no dia 18 de janeiro, durante uma feira em Madri.

Da Agência Brasil / Foto Marcelo Camargo-ABr